Imprensa

Culto de maio é realizado no Solo Sagrado de Guarapiranga

Lucia Martuscelli - maio, 2017
2017.05.01 Camila Rossetti (133)

No feriado de 1º de maio, em que se comemora o Dia do Trabalho, foi realizado o Culto Mensal de Agradecimento no Solo Sagrado de Guarapiranga.  Com a presença de 9.115 pessoas, o presidente da Igreja Messiânica Mundial do Brasil, reverendo Marco Antonio Baptista Resende, oficiou a cerimônia religiosa, que contou com a presença de 30 caravanistas procedentes de seis países: Angola, Coreia do Sul, Inglaterra, Japão, México e Moçambique.

Após o culto, a missionária Regiane Aparecida de Souza Bortolassi, do Johrei Center Sarandi, ligada à Igreja Londrina – Paraná, leu sua experiência de fé e contou os resultados obtidos através da vivência da fé em seu ambiente de trabalho. “Com a leitura de ensinamentos, ganhei força para entender que a transformação maior deveria partir de dentro de mim e percebi que o comportamento dos meus alunos me ajudou a refletir sobre a importância da minha missão que é servir a Deus como professora”. (leia na íntegra)

Logo em seguida, o reverendo Resende proferiu sua palestra e citou o ensinamento lido “Pragmatismo”, em que Meishu-Sama ensina a importância de como os messiânicos devem praticar a fé e usar o conhecimento e a capacidade para o bem da sociedade. Outro ponto citado disse respeito às práticas básicas da fé como caminho para se alcançar o estado paradisíaco em que Meishu-Sama viveu.

O reverendo relembrou que, no próximo dia 15 de junho, será realizado o Culto do Paraíso Terrestre, e como preparação seria importante cultivar o sentimento de gratidão diariamente. “Mesmo com a purificação mais severa, devemos nos centralizar nos ensinamentos de Meishu-Sama, agradecer e conduzir a Deus nossas preocupações e nos empenhar na construção do Paraíso Terrestre”, concluiu. (leia na íntegra)

No Centro Cultural, a Fundação Mokiti Okada ofereceu aos visitantes a exposição da artista Vera Diniz com o tema “Eixo Flutuantes“. A exposição irá até o dia 21 de maio.

Houve exposição e vivências de ikebana, apresentação de cerimônia do chá e, nas praças, ocorreram exposição de hortaliças e verduras da Agricultura Natural e vivências de horta caseira.

Previous Image
Next Image

info heading

info content