Experiência de Fé do Culto

Silvia Claudia Alem Abrantes – Fevereiro 2018

Igreja Messiânica Mundial do Brasil - fevereiro, 2018

Culto Mensal de Agradecimento
Solo Sagrado de Guarapiranga
4 de fevereiro de 2018

Bom-dia a todos!

Sou messiânica há doze anos e dedico no Johrei Center Cruzeiro, ligado à Igreja Brasília.

Hoje, gostaria de compartilhar o aprendizado que obtive a respeito da importância de colocar Deus em primeiro lugar para alcançarmos a verdadeira felicidade.

Sou casada e mãe de três filhos. Meu marido e filhos são muito amorosos e dedicados. Tínhamos uma vida aparentemente perfeita, com saúde, ausência de conflitos e tranquilidade financeira.

Na vida profissional, também poderia me considerar bem-sucedida, visto que trabalhava em uma grande empresa de saúde, em que era reconhecida e recebia sucessivas promoções pelo meu comprometimento e bom desempenho com os resultados.

No entanto, apesar do equilíbrio financeiro que o trabalho me proporcionava, vivia muitas situações desagradáveis no ambiente profissional. Havia uma atmosfera de lamúrias, competição e conflitos.

Era comum ocorrer desentendimentos ou cobranças inadequadas, que geravam um ambiente desconfortável e estressante.

Mesmo com todas as realizações e cargos de chefia em equipes cada vez maiores, não me considerava verdadeiramente feliz, e o vazio e angústia que sentia eram enormes.

Além disso, devido à constante busca por melhores resultados e ascensão na carreira, dispensava cada vez menos atenção à família.

Meu marido e filhos ficavam felizes com meu trabalho e pelo que vinha conquistando, mas, por outro lado, ficavam chateados devido à minha ausência. Sem perceber, pouco a pouco, estava me afastando daquilo que eu mais amava, minha família.

Nessa época, minha vida espiritual estava igualmente relegada a segundo plano. A dedicação na Igreja se resumia a oferecer donativo mensal, estar presente a alguns cultos e ministrar Johrei esporadicamente.

Por mais bem-sucedida que fosse, aquele vazio só aumentava e eu tentava preenchê-lo com mais trabalho. E assim, foi-se criando um círculo vicioso.

Com o passar do tempo, fui percebendo que não conseguia preencher aquele vazio apenas com bom desempenho profissional ou conquistas materiais.

Senti a necessidade de um novo direcionamento em minha vida, e tomei a decisão de buscar Deus de uma maneira mais intensa, colocando o espírito na frente da matéria.

Então, decidi pedir orientação ao ministro responsável pelo Johrei Center, para saber como poderia me dedicar mais à igreja e à família.

Ele me orientou que era necessário eu oferecer um dia para servir a Deus. Então, com o apoio do meu marido, tomei a decisão de sair da empresa e retornar à minha missão na pediatria, área da medicina em que me especializei mesmo sabendo das dificuldades que teria que enfrentar.

Apesar de ter sido uma grande mudança profissional, sabia que havia colocado minha vida em ordem priorizando o lado espiritual, e que dessa maneira, tudo correria de acordo com a vontade Divina.

Assim, assumi um dia de dedicação na Igreja e passei a me empenhar para ministrar Johrei diariamente e estudar os ensinamentos. Conforme ia realizando essas práticas, a vontade de servir aumentava.

Houve momentos delicados em que precisei tomar decisões difíceis, mas, ao contrário de sentir angústia ou insegurança, percebia que estava no caminho certo, sendo protegida e guiada por Deus e Meishu-Sama durante toda essa trajetória.

Fiz curso de ikebana (arranjo floral), passei a dedicar em setores internos da igreja e a me preocupar mais com a alimentação orgânica e natural.

Em casa, ministrava Johrei e mantinha as flores regularmente. Assim, percebi que estávamos mais unidos e convivendo em verdadeira harmonia.

Senti que fui ganhando força espiritual através das dedicações e muitos aprendizados com a leitura dos ensinamentos de Meishu-Sama.

O vazio que sentia foi desaparecendo e compreendi que a angústia que eu sentia não se relacionava a empresa onde trabalhava e nem aos problemas do dia a dia, mas sim, à falta de compromisso com relação à minha missão no servir à Obra Divina.

No entanto, o que conquistei de mais importante com essa mudança de foco em minha vida, foi o renascimento na fé e uma nova consciência em relação à minha missão neste mundo.

Entendi que é Deus que está no comando de tudo. Quando confiei a Ele o controle da minha vida e passei a me empenhar para fazer outras pessoas felizes, meu destino se transformou e pude alcançar a verdadeira felicidade.

Hoje, minha busca é continuar evoluindo espiritualmente e servir ao bem-estar de meus familiares, colegas, amigos, pacientes e pessoas que encontro e que de alguma forma participam do meu dia.

Com essa postura, já tive a permissão de encaminhar a mãe de um paciente à fé messiânica e hoje dedicamos juntas.

Agradeço a Deus e a Meishu-Sama as bênçãos, proteção e aprendizado; ao ministro pelas orientações e acompanhamento, e o amor incondicional e o apoio constante de minha família.

Muito obrigada.