Experiência de Fé do Culto

Donizete Tavares da Silva – Março 2018

Igreja Messiânica Mundial do Brasil - março, 2018

Culto Mensal de Agradecimento
Solo Sagrado de Guarapiranga
4 de março de 2018

Bom-dia a todos!

Tenho 37 anos, sou messiânico há oito e dedico como assistente de família no Johrei Center Indaiatuba, ligado à Igreja Campinas.

Hoje gostaria de compartilhar com todos sobre a importância de desapegarmos de nossos problemas e colocarmos a felicidade das outras pessoas em primeiro lugar.

Em maio de 2016 fiquei desempregado. Os meses foram se passando e eu não conseguia me recolocar profissionalmente. Com isso, as dívidas se acumulavam e entrei em uma forte purificação financeira.

As dificuldades do dia a dia acabaram afetando o meu casamento, e passei, então, a ter muitos desentendimentos com minha esposa, o que gerou desarmonia em meu lar.

Purificando financeiramente e com conflito, vivia preocupado e sem esperanças de melhora, pois não conseguia vislumbrar uma saída para tantos problemas.

Diante dessa situação, pouco a pouco minha esposa acabou se distanciando da igreja.

De minha parte, embora ainda continuasse com as dedicações, as realizava de modo automático.

Na realidade, estava dedicando apenas com o objetivo de solucionar meus problemas.

Nesse período, continuei recebendo apoio do Assistente de Ministro, que estava sempre presente e me incentivava constantemente.

Dessa forma, resolvi buscar orientação com o Ministro Responsável, a fim de que ele me indicasse uma maneira para conseguir transformar aquela difícil situação.

Então, fui orientado a tentar desapegar dos meus problemas, entregar minhas dificuldades a Deus e a Meishu-Sama e a buscar cumprir a minha missão com mais sinceridade, objetivando a felicidade das pessoas.

Recebi a tarefa para ministrar mais Johrei e, principalmente, fortalecer as visitas aos membros e frequentadores, com o sentimento de ser instrumento de Meishu-Sama para construir lares paradisíacos.

A partir de então, mudei o meu sentimento em relação às minhas purificações e falei comigo mesmo:

– “Vou esquecer os meus problemas. Vou me empenhar com outro sentimento, colocando a felicidade do próximo em primeiro lugar”.

Então, com sentimento renovado, peguei a lista dos membros do meu grupo e comecei a contatá-los um a um, com o objetivo de saber como eles estavam. Qual não foi minha surpresa ao saber que muitos, estavam passando por purificações e necessitando de assistência, enquanto eu, preocupado apenas com meus problemas, acabara os abandonando.

Naquele momento, dei-me conta do quanto estava sendo egoísta e materialista e passei a realizar visitas e Reuniões de Johrei nos lares das famílias.

Iniciei o acompanhamento de vários casos de purificação, onde pude estar presente, prestando assistência religiosa e, assim, presenciei muitos milagres acontecendo com a luz do Johrei.

Com isso, tive a felicidade de ver duas pessoas que estavam sendo assistidas despertarem para a fé e receberem o Ohikari.

Comecei a realizar, também, reuniões em minha casa.

Junto com minha família, preparávamos o Lar com todo amor para recebermos os convidados e, durante as reuniões, estudávamos os Ensinamentos de Meishu-Sama e praticávamos Johrei.

Eram momentos de muita luz e harmonia e, além disso, ficava muito feliz em ver minha família toda envolvida.

Com isso, os conflitos foram diminuindo. Consegui restabelecer a paz e alegria em meu lar e minha esposa, que havia se distanciado das dedicações retornou à Igreja.

Foi então que, após 9 meses desempregado, inesperadamente, recebi uma mensagem de uma pessoa me chamando para trabalhar como motorista em uma empresa.

Perguntou se eu estava disponível e disse que já precisava que eu começasse no dia seguinte.

Fiquei muito feliz e grato a Deus e Meishu-Sama, pois tenho certeza que essa nova oportunidade de trabalho só foi possível graças a eu ter desapegado dos meus problemas e, buscado servir na Obra Divina, colocando a felicidade das pessoas em primeiro lugar.

Com o novo emprego já estou conseguindo me reorganizar financeiramente e já tive a permissão de encaminhar quatro colegas de trabalho, que estão frequentando a igreja regularmente.

Meu compromisso é continuar me empenhando no acompanhamento de pessoas, desejando sempre sua felicidade.

Agradeço a Deus, a Meishu-Sama, e às orientações do Ministro que me ajudaram a transformar os meus sentimentos e ao meu Assistente de Ministro que, com seu amor, tanto me apoiou, ensinando-me e ajudando-me a não desistir.

Muito obrigado.