Experiência de Fé - Leitura Diária

Beatriz Aparecida Banhara da Costa – Igreja Presidente Prudente – SP

Aline Zille - maio, 2018

16Em dezembro de 2014, fui diagnosticada com linfoma, um tipo de câncer no sistema linfático.

Fiz todo o tratamento, em que fui submetida a várias sessões de quimioterapia e passei até por transplante de medula.

Tudo estava bem até que, em meados de 2017, fazendo os exames de rotina, o hemograma e a tomografia apresentaram alterações.

Fui encaminhada para uma nova biópsia, que confirmou a recidiva da doença.

Senti-me destruída, desesperada e com muito medo. Meu coração ficou tomado pela revolta e, por inúmeras vezes, questionei Deus: “Por que essa doença? Por que comigo?”

Já havia passado por tantos anos de dor e sofrimento, que não queria ter que viver tudo aquilo novamente. Chorava muito e estava profundamente triste e sem esperança.

Então, uma amiga da família, membro da Igreja Messiânica, me falou sobre o Johrei.

Fiquei interessada e me dirigi à Igreja, onde recebi Johrei pela primeira vez. Fui atendida pela ministra, que me orientou a receber 10 Johrei por dia durante um mês. Explicou a respeito da importância de sermos gratos, não só pelas coisas boas, mas, principalmente, pelas dificuldades que enfrentamos em nossa vida.

Coloquei em prática suas orientações e logo comecei a perceber as diferenças: passei a dormir melhor e a me sentir mais tranquila em relação à doença.

Com os ensinamentos de Meishu-Sama que ouvia nos cultos matinais, fui adquirindo uma maior compreensão sobre minha purificação.

Comecei a dedicar, a participar de reuniões de Johrei na casa dos membros e a realizá-las em meu lar.

Consegui enxergar as bênçãos e a proteção divina em minha vida e senti fortalecer minha fé.

Assim, aquele medo e desespero que me dominavam, deixaram de existir e hoje consigo compreender como o sentimento de gratidão nos fortalece para enfrentarmos qualquer dificuldade na vida.

Clinicamente, meu caso ainda está indefinido. No entanto, mesmo em processo de purificação, meu entendimento e sentimento em relação ao linfoma mudaram completamente e sou muito grata pelo retorno da doença, porque esta foi a minha oportunidade de me reconciliar com Deus e despertar para minha verdadeira missão nesse mundo.

Dessa forma tive a permissão de receber a Medalha da Luz Divina (Ohikari) com o desejo sincero de, através do Johrei, ajudar outras pessoas a superar seus sofrimentos, da mesma maneira como ocorreu comigo.

Muito obrigada.