Palestra do Culto

Culto Mensal de Agradecimento e Culto dos Jovens – Abril 2018

Igreja Messiânica Mundial do Brasil - abril, 2018

Culto Mensal de Agradecimento e Culto dos Jovens
Solo Sagrado de Guarapiranga
1º de abril de 2018

Bom-dia!

Os senhores estão felizes?

Eu também estou muito feliz!

Primeiramente, agradeço a Deus e ao Messias, que é uno a Meishu-Sama, a permissão de poder servir à Obra Divina com todos os senhores e senhoras e de, juntos, celebrarmos este culto mensal de agradecimento e o Culto de Jovens.

Hoje também é um dia muito especial porque é domingo de páscoa, que simboliza o renascimento para uma vida plena e eterna.

Portanto, é muito significativo, neste dia, estarmos aqui, junto aos jovens, agradecendo a Deus e a Meishu-Sama por todas as bênçãos e proteção recebidas.

Parabéns a todos por este culto!

Estamos recebendo mais de 15 mil jovens, vindos de todas as regiões do Brasil!

Jovens, vocês estão aí?

Meishu-Sama, os jovens estão aqui! Por favor, receba o sentimento deles! Eles vieram com força total!

Sejam bem-vindos ao Solo Sagrado!

Puxa! Que emoção! Tenho certeza de que Meishu-Sama está muito feliz, recebendo vocês aqui, no Solo Sagrado.

Vendo vocês se manifestarem com toda essa alegria e fervor, me lembrei da lenda de Amaterassu, a divindade que representa o Sol.

Conta-se que a há milhares e milhares de anos, a divindade Amaterassu, se recolheu e ficou escondida numa caverna, fechada por uma grande rocha, o que fez o mundo mergulhar nas trevas.

Cansadas de viver na escuridão e desejando que a luz voltasse a brilhar, as outras divindades fizeram um plano para atrair Amaterassu para fora.

Encenaram um grande teatro, rezaram, tocaram música, cantaram, dançaram e riram bastante para chamar a atenção de Amaterassu.

A divindade do Sol, ao ouvir todo aquele barulho e alegria, não resistiu à curiosidade e abriu um pouquinho a rocha da entrada da caverna para ver o que estava acontecendo do lado de fora.

Então, as outras divindades, que já estavam a postos, aproveitaram para remover totalmente a rocha, tirando Amaterassu de dentro da caverna e trazendo de volta a Luz ao mundo.

Assim como aquelas divindades, nós também desejamos fortemente que a Luz de Deus ilumine todas as pessoas.

Pois a humanidade, está cansada de tanto sofrimento e deseja ardentemente a paz, o amor, a saúde e a virtude, ou seja, um mundo de Luz.

E como podemos participar da concretização desse mundo, do Paraíso?

Meishu-Sama escreveu um poema a esse respeito:

“Quando todos os homens abrirem as portas dos seus corações, desaparecerão as trevas que envolvem este mundo.”

Este poema é de profundo significado para a concretização do Paraíso Terrestre, pois deixa claro que tudo começa no coração de cada um.

Eu acredito que, um importante passo para abrirmos as portas dos nossos corações é servir a Deus.

Por este motivo, digo a vocês, jovens, dedicar na Obra de Meishu-Sama é sempre uma decisão inteligente, pois isto vai transformar o destino de cada um de vocês.

Meishu-Sama ensina que quem deseja ser feliz, precisa primeiramente fazer feliz seu semelhante.

Nesse sentido, a Igreja é um ótimo local para se aprender a servir a Deus e a praticar o altruísmo através das dedicações.

Foi isto que ouvimos na experiência de fé da jovem Alice.

A mudança do seu sentimento e a transformação de sua relação com a mãe só teve início quando ela começou a colocar em prática a orientação que recebeu para se desapegar dos próprios problemas e cuidar de outras pessoas.

Dando assistência a uma senhora muito parecida com sua mãe, e a outras pessoas que também sofriam por causa do conflito, ela começou a compreender um pouco mais os sentimentos e pensamentos da mãe.

Eu fiquei emocionado quando ela disse: “Comecei a sentir muita gratidão por ela e, depois de muito tempo, passei realmente a amar minha mãe.”

“Entendi que deveria gostar dela do jeito que ela é e não tentar moldá-la para que ficasse exatamente do meu agrado.”

Alice, parabéns pela sua dedicação e aprendizado!

Realmente, é dedicando que ganhamos a permissão de fortalecer nossa confiança em Deus e de experimentar a maravilhosa alegria de participar do milagre na nossa vida e na vida de alguém.

Jovens, vocês gostariam de sentir essa alegria?

Eu soube que vocês vieram se preparando para este culto através da leitura do livro “O cultivo da felicidade”, que conta experiências vividas pelo nosso querido Revmo. Watanabe.

Sua vida é um grande exemplo do quanto o servir a Deus com alegria e gratidão transforma a própria vida e a vida das pessoas à sua volta.

Todos receberam um envelopinho com sementes?

Elas são de flores do Solo Sagrado. Vamos cultivar no coração das pessoas a semente da felicidade?!

Hoje, temos mais de 15 mil jovens aqui. Vocês conhecem alguém que está sofrendo, precisando encontrar com Meishu-Sama?

Então, o que vamos fazer? Vamos ficar só olhando ou vamos tomar a decisão de fazer algo para ajudar de verdade essas pessoas?

Como seria bom se cada um de vocês estendesse a mão do Johrei e, com amor, puxassem as pessoas para o lado de Deus e de Meishu-Sama!

Por favor, estendam a mão da salvação para a pessoa que está a seu lado e deem um abraço de Meishu-Sama a ela.

No ensinamento de hoje, Meishu-Sama nos ensina que Deus “deu início ao Seu Grande Plano de corrigir o desequilíbrio dessa civilização, semicivilizada e semisselvagem, fazendo com que o materialismo e o espiritualismo caminhem, juntos, para a construção do verdadeiro mundo civilizado.”

Portanto, jovens, dediquem! Leiam os ensinamentos e ministrem Johrei!

Mas também estudem e trabalhem com o mesmo espírito de dedicação para se tornarem verdadeiros discípulos de Meishu-Sama!

Enfim, sejam aquela pessoa que todo mundo gostaria de ter como amiga, pois sabe que dela só advirá o bem.

Eu sempre penso: como é bom ter um amigo messiânico! Já observaram que, na maioria das experiências de fé, sempre aparece a figura de um amigo messiânico?

Outro dia, no culto diário, ouvimos o relato de uma jovem que apesar de ter uma excelente formação acadêmica e técnica, não progredia profissionalmente e isto, além deixá-la muito triste, passou a ser também a causa de muitos conflitos no ambiente de trabalho.

Encaminhada por um amigo à Igreja, passou a receber Johrei e frequentá-la regularmente. Identificou-se com a filosofia de Meishu-Sama e aprendeu a importância de ter pensamentos positivos, de agradecer em qualquer circunstância e de praticar o altruísmo.

Compreendeu que instrução profissional e material não é tudo e que é preciso evolução espiritual.

Assim, recebeu o Ohikari e começou a se dedicar pela felicidade dos colegas.

Com sua mudança de sentimento e de atitude, o ambiente no trabalho se transformou.

Pouco tempo depois, ela recebeu uma promoção.

Ela disse que aprendeu que tudo depende do nosso merecimento espiritual.

Hoje, motivada pelo desejo de expandir a felicidade que sente a outras pessoas, ela está dedicando e já experimentou a imensa alegria de encaminhar uma grande amiga.

E sua amiga também já recebeu a medalha da Luz Divina.

Vejam só.

Graças a um amigo, esta jovem encontrou Meishu-Sama e, graças a ela, sua grande amiga conheceu Meishu-Sama e já está dedicando.

Quem, aqui, conheceu Meishu-Sama graças a um amigo?

Na vida, um dos maiores presentes que recebemos de Deus são os amigos.

Eles são nossos companheiros de jornada e de aventuras.

Com os amigos, aprendemos a aceitar os defeitos do outro e ser mais tolerantes…

Compartilhamos nossas tristezas, alegrias e nossos sonhos e ganhamos o incentivo para não desistir deles…

Como diz a música do André Diniz, composta especialmente para hoje:

Um amigo vai trazendo
outro amigo,
Deus nos conduzindo,
uma corrente de bem!
Cuidar é construir o Paraíso
Em um sonen infinito, como a força do Johrei

Hoje, mais do que nunca, o Solo Sagrado é de você

Aproveitem bastante tudo o que foi preparado com muito carinho para recebe-los.

Ao retornarem aos seus lares, levem consigo a Luz, o amor de Deus e Meishu-Sama que estão impregnados neste Solo Sagrado e os compartilhem com seus pais, familiares, amigos e conhecidos!

Sejam muito felizes!

Muito obrigado e boa dedicação a todos!